CNH Digital: 2019

Para emitir a CNH digital 2019 basta comparecer a unidade do DETRAN em que foi emitida a sua habilitação. Desde 2018 todos os 27 estados do país estão aptos a emissão do documento virtual.

 

Como Funciona a CNH Digital 2019?
Disponível em todo o Brasil desde fevereiro de 2018, a Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e) é um documento virtual que se assimila ao documento físico. A CNH tradicional continuará a ser emitida, o principal objetivo da CNH digital 2019 é trazer mais comodidade e praticidade ao motorista.

Para ter acesso a habilitação eletrônica é preciso ter o QR Code, um código localizado na parte interna do documento. As carteiras emitidas a partir de maio de 2017 possuem essa identificação. Os interessados com a versão antiga precisam solicitar a segunda via ou renovar a impressa.

A CNH Digital 2019 fica instalada em Smartphones ou Tablets. Sendo 100% segura, pois possui:

✅Assinatura digital com certificado do DETRAN emissor no padrão ICP Brasil. Por seguir o padrão brasileiro, esta assinatura possui validade legal;
✅Cadastro presencial ou com uso de certificado digital;
✅Utilização de senha forte para atualização de alguns dados cadastrais no Portal de Serviços do DENATRAN;
✅Utilização de senha simples para a visualização e exportação das informações.

 

Veja abaixo mais perguntas e respostas sobre a CNH digital:


1) Ela vai valer tanto quanto a CNH física?
Sim. Segundo o Ministério das Cidades, a CNH digital será uma versão do documento com o mesmo valor jurídico da CNH impressa. 

2) Quanto custará? Quem já tem a CNH impressa terá de pagar para ter a digital?
O Denatran diz que a cobrança de possíveis taxas para emissão da CNH digital ficará a cargo dos Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans). São eles que determinam atualmente os valores das taxas da CNH impressa, que variam de estado para estado.


3) É preciso ter certificado digital?
Não é obrigatório, diz o Denatran. O certificado digital, que é uma assinatura eletrônica com a mesma validade da assinatura física, e possibilita realizar operações pela internet, vai permitir que todo o processo de obtenção da CNH digital seja feito onde o motorista estiver. Caso contrário, ele terá de ir até o Detran para confirmar seus dados. O certificado digital é pago e oferecido por entidades credenciadas, como os Correios e a Serasa. Em ambos, o pacote de 1 ano do certificado digital custa R$ 164. Os Correios também oferecem o serviço por 36 meses por R$ 267. O Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), empresa pública que desenvolve o sistema da CNH digital, também oferece certificados digitais. Com validade de 1 ano, o preço é de R$ 145, enquanto para 36 meses é de R$ 220.


4) Além de abrigar a CNH, o aplicativo tem outras funções?
Sim. Pelo aplicativo da CNH Digital, é possível também consultar a pontuação e ser avisado da proximidade do vencimento da carteira. Ele também permite  "exportar" e compartilhar o arquivo da CNH (por e-mail e até whatsapp) para usar em situações que exigem um documento autenticado.


5) A CNH digital é segura? E se roubarem meu celular?
O Ministério das Cidades afirma que há um conjunto de padrões técnicos para suportar um sistema criptográfico que assegura a validade do documento.
A autenticidade da CNH digital poderá ser comprovada pela assinatura com certificado digital do emissor (Detrans) ou com a leitura de um QRCode, mas isso não quer dizer que será preciso ter sinal de internet para acessar o documento. Para visualizar a CNH digital, sempre será necessária uma senha de 4 dígitos para abrir CNH digital, diz o Serpro. Caso o smartphone com a CNH digital seja roubado, o usuário deverá bloquear o documento. Se tiver o certificado digital, ele poderá entrar no Portal de Serviços do Denatran e solicitar o bloqueio remoto. Caso contrário, terá que ir até algum posto do Detran.


6) E se não tiver sinal de internet ou wi-fi onde o guarda pedir minha CNH?
Não há problema. De acordo com o Denatran, será necessária conexão com a internet somente no primeiro acesso, depois, a CNH estará disponível off-line. O acesso é feito com uma senha de 4 dígitos, afirma o Serpro.


7) E se acabar a bateria do celular?
Neste caso, se o motorista não estiver com a CNH impressa, cometerá infração.


8) E se eu quiser a CNH impressa?
A CNH digital será opcional, para quem tiver interesse em ter o documento no smartphone. A carteira impressa continuará a ser emitida normalmente, nos padrões atuais.


9) Qual a multa para quem esquece a CNH?
Quem tem habilitação, mas não está com o documento ao dirigir, comete infração leve, com multa no valor de R$ 88,38, mais 3 pontos na carteira. O veículo fica retido até a apresentação do documento.


10) Multa para quem esquecer a CNH vai acabar?
Existe um projeto que extingue a multa para quem esquecer a CNH, mas ele ainda está tramitando no Congresso.

Mais informações sobre a CNH Digital 2019 podem ser obtidas nas unidades autorizadas do DETRAN.

Emitir CNH Digital 2019
Se te interessou a possibilidade de ter fácil acesso ao seu documento, sem a preocupação de levar multa por esquecê-lo em casa, você precisa saber como emitir a CNH digita 2019.

 

Quem possui a habilitação, mas não a porta quando atua como motorista comete infração leve e necessita pagar multa de R$88,38 e 3 pontos na carteira.
 

Quem não possui o cadastro digital precisa se cadastrar no portal do DENATRAN e depois comparecer ao DETRAN que emitiu sua primeira habilitação para atualização dos dados. Com o certificado digital todo o processo é feito via internet, mas esse é um documento pago.
 

> Acesse o Portal de Serviços do DENATRAN e clique em ‘Cadastro’ no quadro do lado esquerdo da página;
> Insira os seus dados básicos. Depois, selecione ‘Cadastrar’.

Um e-mail para confirmação dos dados será enviado ao endereço eletrônico do motorista. Depois de concretizado o cadastro no portal basta comparecer ao DETRAN.
 

E para finalizar, baixar na loja de aplicativos do seu smartphone o aplicativo ‘CNH Digital’ com a escrita de ‘SERPRO’ abaixo. O programa é gratuito.